.Informações sobre marcas de Carros Clássicos
Terça-feira, 26 de Abril de 2011
Carros Clássicos - AUDI

No final do século XIX, August Horch graduado em metalomecânica, deu início à construção de automóveis dando origem à marca Alemã Horch em 1899, em Zwickau.

 

  Audi 80L - Clássico (1974)

 

A um ritmo alucinante a Horch produziu cinco modelos diferentes, até 1909. Nesse mesmo ano Horch abandonou o projecto.

 

Contornando os problemas de uma forma elegante, Horch criou uma nova marca utilizando o seu nome traduzido em latim: Audi (em alemão Horch significa escuta).

 

Em 1932 a Audi viria a integrar a Auto Union composta pela Audi, Horch, DKW e Wanderer. A Auto Union utilizava como logótipo os quatro anéis interligados, como símbolo da junção das quatro marcas. 

 

Em 1958 a marca Daimler-Benz adquiriu a Auto Union tendo-a vendido mais tarde à Volkswagen. A Volkswagen adoptou apenas o nome Audi mantendo como seu logótipo os anéis interligados da Auto Union. Sob o seu controlo a Audi lançaria os modelos 100, 80 e 50.

 

Em 1980 a Audi apostou num sistema de tracção integral aplicando-a no modelo Quattro. Este viria a ser o primeiro modelo de tracção integral a ser produzido em larga escala.

 

A partir de 1987 assistiu-se a uma diminuição nas vendas e para isso contribuiu em grande parte uma reportagem do programa de televisão americana: 60 Minutos. A reportagem afirmava que os modelos Audi podiam levar a uma aceleração não intencional. Isto devia-se à proximidade dos pedais de travagem e aceleração. Na Europa não se revelou um problema, visto que sempre se utilizaram mudanças manuais ao contrário dos Estados Unidos que possuem normalmente mudanças automáticas e por isso apenas dois pedais.

 

As vendas da Audi apenas começaram a melhorar em 1996 com o lançamento do A4 e com consequente lançamento das séries A6 e A8 desenvolvidos em parceria com a Volkswagen.

publicado por admin às 17:50
link do post | comentar | favorito
.links